Um pouco de mim

Jovem Evangélica, saxofonista, apaixonada por música, amante de livros. 



... Cada dia mais convicta de que o silêncio é a melhor resposta que devemos dar, pois a vida se encarrega de falar a cada um sobre suas atitudes, suas ações. Cada um, será em seus próprios dias, desmascarado diante do seu próprio espelho, por sua consciência.Cada dia, tenho em mim a certeza que a vida trás de volta aquilo que é semeado pelo caminho. Cada dia mais convicta que cada um dá o que tem, cada pessoa oferece ao outro o que transborda de dentro do seu coração e sai de cada ser, seja em palavras ou em atitudes. Cada dia mais inteira do que busco e mais certa do que realmente preciso para chegar. E buscando seguir o caminho descubro que a felicidade acontece enquanto se anda. Ficar parado reclamando só traz atrasos e gente infeliz! Fico feliz demais por saber que para seguir o caminho que escolhi não preciso de quase nada do que achava que precisava. Esvaziar-se é a melhor forma para seguir com leveza. A vida flui. A caminhada fica mais tranquila. O sorriso mais sereno e o coração segue em paz...

Sou forte. Meio doce e meio ácida. Em alguns dias acho que sou fraca. E boba. Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas. Aí penso que não sou tão forte assim e começo a olhar pra mim. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana. Sou manhosa. Sou assim. Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez. Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente. E quero continuar errando, pois jamais serei perfeita (ainda bem!). Tampouco quero ser comum e normal. Quero ser simplesmente eu. Quero rir, sorrir e chorar. Sentir friozinho na barriga, nó no peito, tremedeira nas pernas. Sentir que as coisas funcionam e que tenho que trocar de jeito quando insisto em algo que não dá resultado. Quero aprender e, ainda assim, continuar criança. Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz. Quero sentir cheiro de grama cortada e café passado. Cheiro de chuva, de flor, cheiro de vida. Aprecio as coisas simples e quero continuar descomplicando o que parece complicado. Se der pra resolver, vamos lá! Se não dá, deixa pra lá. A vida não é complicada e nem difícil, tudo depende de como a gente encara e se impõe. Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. Não quero saber tudo e nem ser racional. Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra: meu coração. E essa é a melhor parte de mim. (Clarissa Corrêa)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...